segunda-feira, 7 de abril de 2008

Julgar as pessoas...


Não aponte o dedo na minha cara, não enumere minhas falhas, não exalte meus defeitos, não me julgue pelo o que visto, o modo como ando, ou as atitudes as quais tenho diante das situações, simplesmente não me julgue em um primeiro momento.

Julgamento é um modo de julgar o crime do indivíduo baseado em provas e testemunhas.
Particularmente, não creio que estamos aptos a julgar uma pessoa, rotulá-la e condená-la por seus erros, não falo isso me referindo a crimes graves, mas de um modo geral e suave de erros.

Não gosto de olhar para alguém e dizer você errou, criticá-la, ou dizer o que esta pessoa é observando sua aparência e seu modo de portar-se, quem sou eu para fazer isso? Creio que cada pessoa tenha sua conduta ética e estabeleça limites de seu próprio julgamento, cada qual pensa de uma pessoa, sente as coisas de uma forma e a realizam de modo diferentes.


Eu, sou apenas mais uma dentre tantas outras pessoas que cometem erros, possui defeitos e odeio ver minhas atitudes sendo julgadas e ser veemente criticada, cada qual tem sua opinião e seu ponto de vista, julgar alguém é algo pesado e não sou merecedora de julgar ninguém, somente a minha própria consciência sobre os meus atos. Difícil é dizer eu não julgo, mas involuntariamente fazemos isso, nossa sociedade e cultura nos impôs dessa forma, mas podemos suavizar essa marca, não focando apenas no julgamento de alguém, mas observando e analisando a situação como um todo e refletindo sobre a mesma.

11 Comments:

iA! acosta said...

realmente! as aparencias enganam! fodíssimo julgar alguém, embora o façamos a todo momento! ;p

Senhorita Altendorf said...

Sim!
Analisar primeiro pra julgar depois.
Ou entaum nem julgar, tem coisa ki naum dá pra julgar... por ser muito pessoal por exemplo.
Eu tbm naum gosto de ki fikem me rotulando e dizendo o ki eh melhor do ki eu faço da vida...

Seu blog eh lindo!
Vou link!
Pode?
^^
me visite kando puder:
www.teluricaalten.blogspot.com

Euzer Lopes said...

Que post maravilhoso.
Senti-me vingado ao lê-lo.
Um tributo à hipocrisia!

Douglas Lourenço said...

é não julgue para nao ser julgado, muito legal seu blog

Volúptas said...

quem nao tem pecado que atire a primeira pedra...

as pessoas acham que tem moral em julgar outras, dar liçoes...
ninguem tem essa autoridade...
todos erramos, acertamos e "bebemos, caimos e levantamos"..rsrsrs

bjs

by voluptas

felipe said...

nunca diga que uma banana esta podre sem abri-la. gostei do seu blog. fui...

Fabio said...

é não julgue para nao ser julgado[2]

www.bardosmoke.blogspot.com

Mr. Junim said...

ei, gostei do seu blog
até que enfim achei algo legal pra ler..XD
muito bacana mesmo..
Parabéns!!

té +

Wagner said...

ahh nem sei o que falar.. =X

Mariana said...

falar é bom, ouvir é que é dureza...


=***

Wagner said...

eyy tá na hora de atualizar aqui.. gosto tanto do que tu escreve. ^^

saudade de ti

=**